sexta-feira, 6 de julho de 2012

Rurouni Kenshin Live Action - crónicas de um samurai na era das adaptações.



Em uma bela manhã numa primavera tranquila de 1999, um jovem garoto negro voltava esbaforido para casa, no ímpeto de acompanhar os últimos desenhos matutinos em um programa de TV.
Ao ligar o aparelho, ainda suado e vestido com seu uniforme escolar, que por costume só seria trocado após o termino do programa, se surpreende ao ver na tela um andarilho, ruivo, portador de uma cicatriz em forma de X no lado esquerdo de sua face de duas dimensões.
Este homem era uma lenda ainda contada pelas pessoas e livros de história da Era Tokugawa. Um passado o qual pretendia esquecer. Portava uma espada de lâmina ao contrário com o intuito de não matar mais pessoas. Seu nome, Kenshin Himura mas, a anos, fora conhecido como Battousai, o Retalhador.



Cara, me lembro pouco desse dia mas lembro que fiquei com uma sensação louca de "WTF?" quando comecei a assistir. Perguntas como "por que esse cara parece uma mulher?" e "quem diabos é Battousai, o retalhador?" e ainda "é essa mulherzinha aí quem vai lutar contra ele?" passeavam pela minha cabeça. No final do episódio eu fiquei maluco e passei a voltar pra casa correndo todos os dias depois da aula só pra assistir um dos animes que figura fácil entre um dos meus preferidos.
Quando fiquei sabendo sobre o filme live action, que estreia agora em agosto na terra do Godzilla (GODJIRA MAN! NO SHIRUDEN!) eu fui possuído por um misto de empolgação, nostalgia e um medo incomensuravel.
Em todas as minhas pesquisas sobre o filme, não encontrei nenhum material escrito em algum idioma que eu fosse capaz de ler que me contasse sobre o plot do filme e só vim realmente ter alguma informação quando vi o trailer abaixo.


De primeira, fiquei maluco. Ver personificações de personagens (persona, persona, persona) que você adora no cinema sempre trás um sentimento mais profundo mas, olhando melhor, eu desenvolvi uma implicância muito grande com os atores que farão Kenshin e Sanosuke. Coisa de fanboy mesmo. Mas ainda sim me incomoda.Após o trailer eu tive certeza de que o filme se passaria durante a primeira saga realmente expressiva do anime (isso é uma opinião minha. Pode haver outra mas eu não considero nada antes disso mais do que apresentação de personagens): a saga de Oniwabanshuu, ou, para nós brazucas, a Gangue Oni.
Já no segundo trailer, podemos ver bem mais. As cenas de combate prometem seguir um padrão bem próximo ao do anime em termos de movimentos (Kenshin dá um dash muito louco nesse trailer cara. FODA!) mas acabou por me trazer outras duvidas. Se vai ser um filme sobre essa saga, não vejo motivos para terem colocado Jin-E, Hajime Saitou e um personagem loiro que parece até o Enishi (que tem cabelos brancos) nessa saga. Não me entendam mal mas Saito só aparece na saga posterior e o Jin-E é, de certa forma, importante pra ter a aparição colocada no meio dessa saga, e creio que acabe não sendo dada a ele importância suficiente.
E mais uma coisa. CADÊ O AOSHI???

Saquem só esse segundo trailer. O dash é sensacional.

No terceiro trailer vemos mais sobre os combates e reforça pra mim o fato de quererem colocar personagens demais em um filme só, um dos primeiros requisitos para se esmerdalhar uma produção que tem potencial pra não ser galhofa.
O sentimento de medo é latente mas estou convencido a dar um voto de confiança ao filme, creio que mais por nostalgia do que por tesão real de ver o filme ou mesmo que por crer que vai entrar pro hall de filmes fodas que eu já assisti.
Que chegue logo o dia 25 de agosto e que saia logo na rede para que os fansubs façam as legendas e, consequentemente, um Leandro mais feliz.
Diretor, por favor, honre o Coração da Espada.

Trailer 3. Não mostra muita coisa mas ainda sim é bem legal. 
A sequência com a Gatlin Gun promete ser irada.

Adendos:

• Pouco depois da saída do trailer, também começaram a correr noticias de um reboto do manga. Também em dezembro passado, foi lançado um novo OVA, cuja continuação saiu nos cinemas japoneses em 23 de junho deste ano e vai sair em DVD/Blu-ray na semana de lançamento do live action. 
• Está pra sair um novo jogo para PSP do samurai, marcado para o verão japonês (que algo me diz ser agora, já que estamos no inverno aqui). Com os novos jogos e series de DBZ e Saint Seiya, começo a me perguntar se a crise criativa que anda assolando Hollywood migrou para a Terra do Sol Nascente e nem mesmo os robos gigantes estão dando conta de dete-la.
• Sério caras. Tem a Megumi e o Takeda. CADÊ O AOSHI E O RESTO DO ONIWABANSHUU???

Nome: Rurouni Kenshin
Produção: Warner Bros. JP e Studio Swan
Direção: Keishi Otomo
Elenco: Takeru Satoh (Kenshin Himura), Emi Takei (Kaoru Kamiya), Yuu Aoi (Megumi Takani), Munetaka Aoki (Sanosuke Sagara), Yosuke Eguchi (Hajime Saitō), Teruyuki Kagawa (Kanryū Takeda), Taketo Tanaka (Yahiko Myōjin) e Kouji Kikkawa (Jin-E Udō).